Cerâmica, Porcelanato e Pastilhas

A escolha dos revestimentos da casa é uma etapa prazerosa de qualquer obra ou construção. Mas renovar pisos e paredes é uma tarefa que demanda pesquisa, pois há uma imensa a variedade de tipos, estampas e formatos.

Além disso, para fazer a escolha certa, é preciso ficar de olho nas características técnicas de cada peça, em suas vantagens e desvantagens no dia a dia.

No post de hoje, selecionamos tudo o que você precisa saber sobre os tipos mais comuns de revestimento: cerâmica, porcelanato e pastilhas. Confira a seguir!

As cerâmicas

É a opção que está há mais tempo no mercado. Em geral, as cerâmicas são feitas a partir da mistura de argila, água, aditivos e outros compostos (naturais ou sintéticos), o que permite que os produtos tenham propriedades variadas. Mas é importante ressaltar que existem algumas cerâmicas que  não têm adição de água.

Para dar acabamento, a placa é coberta por uma camada de esmalte. O modo de fabricação básico e natural garante um bom preço.

Principais características

O custo acessível é um de seus melhores atributos. Mas isso não faz com que o material deixe de lado a qualidade e a durabilidade — inclusive, ele costuma ser tão durável quanto os outros. Além de haver vários modelos à disposição no comércio, esse piso tem manutenção simples e é bastante fácil de trocar caso seja necessário.

cerâmica é muito resistente, mas somente depois de aplicada. Antes disso, seu manuseio e transporte demandam cuidados, pois ela pode quebrar caso sofra alguma queda ou impacto.

Uma boa vantagem para quem tem problemas alérgicos e respiratórios é que o piso tem certa resistência a bactérias e fungo. Ele é fácil de limpar, por isso impede a proliferação desses microrganismos. A limpeza deve ser feita apenas com detergente neutro e um pano úmido. E não se preocupe com o rejunte, ele costuma não acumular resíduos se aplicado da forma correta.

Em termos estéticos, pode apresentar vários padrões, alguns mais naturais (que remetem a materiais como a argila), e outros elaborados, com estampas e desenhos. A maioria apresenta bordas abauladas, pois as peças não são retificadas.

Escolha do ambiente

As características técnicas e estéticas permitem que a cerâmica seja aplicada em todos os cômodos. Para as áreas externas é ideal que se tenha cuidado ao escolher, pois podem se tonar escorregadios quando molhados. Então, se quiser utilizá-lo em pisos expostos à chuva — em um caminho de entrada para a casa, por exemplo — é preciso escolher peças que tenham o acabamento superficial EXT ou atrito igual ou superior a 0,6.

Os porcelanatos

Adotado por muitos arquitetos e decoradores, o porcelanato traz requinte e elegância para todos os ambientes com estampas que reproduzem fielmente alguns materiais naturais. Temos o chamado porcelanato “técnico” e o “esmaltado”. Todos os acabamentos superficiais são encontrados em ambos os tipos.

Ele está na categoria das placas cerâmicas, pois seu modo de produção e componentes são semelhantes. Ele também é feito de argila, água e outros elementos, junto de matérias-primas nobres que conferem uma estética refinada e outras qualidades. Por exemplo, ele possui rochas em sua composição, o que deixa o material com maior resistência mecânica.

Seu processo de fabricação é mais completo e a queima é realizada em alta temperatura. Isso resulta em um produto durável, com excelente custo-benefício.

porcelanato-1

Principais características

Esse material pode ser aplicado em diversos ambientes, desde aqueles em que transitam poucas pessoas até os espaços de alto tráfego. Basta verificar seu “local de uso” e escolher o mais adequado ao projeto.

Apesar de muita gente pensar o contrário, os porcelanatos são sim indicados para áreas molhadas internas. O cuidado que deve ser tomado nesse caso é prestar atenção ao atrito do material. Nesses locais, o ideal é dar preferência para os modelos que possuem acabamento natural, pois eles são menos escorregadios.

Outro benefício é a possibilidade de juntas de assentamento mais discretas. Nos modelos retificados, não existe variação dimensional, ou seja, todas as peças de um calibre têm exatamente o mesmo tamanho. Isso permite que elas possam ser assentadas com juntas de 1,5 mm, ou seja, faz com que o rejunte fique mais discreto, quase imperceptível. Já nos chamados “BOLD”, as juntas devem ser de 3 mm.

Sua versatilidade e praticidade também são surpreendentes. As opções são muitas e têm várias espessuras, passando por porcelanato polido, acetinado e natural . Podem ser destinados para pisos, fachadas ou o que a criatividade mandar — inclusive para a confecção de mobiliários como bancadas, balcões e mesas!’

Na prática, a rotina de limpeza é bem fácil. É preciso apenas varrer e passar um pano úmido com água e sabão neutro ou detergente. Em função das características do material, não é comum haver marcas e manchas nas peças.

Por garantir tanto conforto e beleza, o porcelanato é considerado uma das melhores alternativas no mercado, principalmente por aliar praticidade à possibilidade de reprodução da estética de outros materiais — como madeira e pedras nobres.

A escolha certa

Quando pensamos em áreas externas ou molhadas, em residências ou locais públicos, temos que considerar os tipos com resistência ao escorregamento (chamados de “antiderrapantes”) e maior atrito. Para a correta especificação, é preciso estar atento ao atrito, ao local de uso e a outras características, como limpabilidade, resistência química, expansão por umidade e absorção de água.

Dependendo do ambiente, o atrito e o local de uso são os aspectos mais importantes a serem observados. Quando pensamos em áreas externas, devemos pensar no atrito, e quando falamos em tráfego de pessoas (residencial ou público) a referência é sobre o local de uso. Mas em uma fachada, por exemplo, o que manda é a expansão por umidade.

A norma brasileira define quais características cada tipologia deve ter. Nas áreas molhadas, é estabelecido que o revestimento de piso deve ter atrito igual ou superior a 0,4, independentemente de ser utilizado em área interna ou externa. Na Portobello, este valor pode ser considerado baixo para áreas externas, local em que muitos acidentes costumam acontecer. Então, a recomendação é o uso de produtos que tenha atrito igual ou superior a 0,6 para áreas externas planas e 0,8 para rampas de até 12,5%.

Nesse caso, aposte nos porcelanatos EXT, pois eles apresentam texturas que evitam que as pessoas escorreguem. Para áreas internas, é adequado o uso dos modelos naturais ou acetinados.

Dentro de casa, o ideal é utilizar produtos com absorção de água de até 10%. Quanto ao atrito, nas áreas secas e molháveis é possível utilizar o polido, cujo atrito é 0,3 — e ainda permite um ambiente mais clássico e que combine com tudo. Nas áreas molhadas internas, o aconselhável é o natural com atrito 0,4.

Novidade no mercado, os porcelanatos que reproduzem pedras nobres (como vários tipos de mármore), concretos, argila, metal e madeira também podem ser aplicados em qualquer ambiente para trazer personalidade e modernidade. Dica: eles harmonizam muito bem com os estilos industrial e minimalista.

As pastilhas

Diferentemente dos demais revestimentos citados, as pastilhas são mais utilizadas como elemento decorativo em paredes, bancadas, piscinas e fachadas.

Elas servem principalmente para criar detalhes e trazer personalização do ambiente de acordo com o gosto do cliente. Geralmente, são feitas de porcelana, de cerâmica ou de vidro, mas existem novas opções de metal e madeira.

delicadeza é o principal atributo que difere essas peças de outros acabamentos. O material geralmente é comercializado em placas e exige atenção na hora do assentamento.

BlogPortobello_pastilhas

Principais características

Apesar de serem pequenas (ou justamente por isso), elas garantem destaque e um toque de inovação para qualquer ambiente, sem deixar de lado a durabilidade e a resistência. As tonalidades são diversas: existem placas que apresentam nuances diferentes e outras com todas as peças iguais, por exemplo.

As pastilhas são mais caras que a cerâmica comum e que o porcelanato, mas compensam porque geralmente são usadas em espaços menores (como uma faixa em uma parede) para não carregar o ambiente.

Quanto à questão de umidade, é preciso avaliar caso a caso. Se for uma parede que recebe água ou vapor, não há problema nenhum. Mas se houver algum tipo de infiltração na parede, é preciso eliminá-la totalmente antes de aplicar as pastilhas.

Elas são muito duradouras e tendem a permanecer intactas por um bom tempo, sem perder o brilho e as características naturais. Entretanto, é preciso tomar cuidado com produtos químicos. A resistência desse material é igual à do porcelanato ou da cerâmica, mas, dependendo do produto e de sua concentração, as pastilhas podem ser danificadas.

Por fim, outra vantagem é sua fácil adaptação a diferentes formatos de parede — ela se ajusta muito bem a superfícies curvas, por exemplo.

Aplicações

Aposte nas pastilhas principalmente em cozinhas, banheiros, piscinas e fachadas. Busque colocá-las em pontos-chave. No banheiro, você pode aplicar em nichos na parede ou em toda a área do banho, inclusive no teto e no piso. Na cozinha, invista no material para revestir paredes de fundo (atrás da pia, por exemplo) a fim de dar cor e vida.

Vale lembrar que, hoje em dia, elas contam com variados modelos e formatos, não só aqueles mais tradicionais. Podem vir em diversas texturas, com estampas, mosaicos e até composições em degradê!

A Portobello oferece muitas opções de cerâmica, porcelanato e pastilhas. Que tal escolher uma delas para renovar sua casa? Se ficou com dúvidas ou quer dar alguma sugestão, deixe seu comentário abaixo!

5 Responses
  1. Ola, gostaria de entra em contato com a empresa quanto aos representantes no meu estado ou estados vizinhos, espero o contato através do 63 99799085, Obrigado !

  2. Senhores,
    Vou revestir a fachada do meu condomínio com pastilha em porcelana. O condomínio fica a 10m da praia de Itapuã-Salvador-BA. Gostaria de saber se pastilha é a melhor opção e se eu poderia comprar direto da fábrica. São 532 m² de superfície.

    Sds,

    Sergio Elisio

    1. Olá, Sérgio.
      A Portobello não trabalha com venda direta. Temos 3 canais que estão a sua disposição: Engenharia – para grandes obras, Lojas de varejo ( materiais de construção) e a nossa rede de franquias Portobello Shop.
      Os valores variam de acordo com cada canal e região do país devido aos impostos e transporte por isso não tenho como lhe fornecer com exatidão.

      Encontre as lojas multimarcas que possuem os produtos Portobello aqui- http://www.portobello.com.br/portobello/Brasil.html?type=2
      Encontre a loja Portobello Shop mais próxima de você- http://www.portobello.com.br/pt_BR/onde-encontrar/159766

      Continuamos a disposição.

      Grande abraço,

      Equipe Portobello

  3. Gostaria de ter a informação se tem pastilhas vidrificada leitosa branca, como colocar em cima de azulejos, é colada, como se faz? Obrigada

    1. Olá, Maggie!
      A sobreposição de pastilhas sobre azulejos é possível, mas algumas informações são muito importantes para o sucesso deste procedimento. Disponibilizamos nosso Serviço de Atendimento ao Cliente, no telefone 0800 648 2002.
      Nossos atendentes estão habilitados para ajuda-la passo a passo.

      Estamos a disposição e esperando sua ligação!

      Att, Equipe Portobello

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *