Você sabe o que fazer com resíduos sólidos da construção?

Planejar uma obra, seja de construção ou reforma, exige mais do que mensurar custos de material e de mão de obra. É preciso também determinar o que será feito com os resíduos sólidos gerados em todas as etapas. Saber como destinar adequadamente esses resíduos costuma causar muitas dúvidas. Inclusive, você sabe o que fazer com o que sobra de uma obra?

Os resíduos sólidos da construção civil, segundo a Resolução 307 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), são aqueles “provenientes de construções, reformas, reparos e demolições de obras, e os resultantes da preparação e da escavação de terrenos, tais como: tijolos, blocos cerâmicos, concreto em geral, solos, rochas, metais, resinas, colas, tintas, madeiras e compensados, forros, argamassa, gesso, telhas, pavimento asfáltico, vidros, plásticos, tubulações, fiação elétrica etc., comumente chamados de entulhos de obras, caliça ou metralha”.

De acordo com a Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição (Abrecon), o Brasil gera anualmente quase 85 milhões de metros cúbicos de resíduos sólidos da construção. Entretanto, somente cerca de 20% desses resíduos são encaminhados para a reciclagem. A maior parte das sobras vai parar em aterros sanitários ou locais impróprios, correndo o risco de poluir o meio ambiente.

Dicas: o que fazer com resíduos sólidos da construção

Para fazer o descarte correto dos resíduos sólidos da obra realizada em sua casa ou empresa, confira as dicas a seguir:

  • Antes de iniciar a obra, oriente as pessoas envolvidas nos trabalhos a separar corretamente os tipos de materiais utilizados, seguindo as instruções contidas na Resolução 307, citada anteriormente.
  • Verifique na Prefeitura de sua cidade quais são os procedimentos necessários para o descarte de resíduos sólidos da construção civil.
  • Se for exigido que você providencie uma empresa particular para fazer o recolhimento dos resíduos, com contratação de caçamba, verifique a idoneidade do serviço e peça garantia de que tudo será descartado corretamente e nos locais apropriados.
  • Pesquise se em sua cidade existem empresas de reciclagem de resíduos sólidos da construção civil e veja se é possível fazer a entrega diretamente.

Os revestimentos cerâmicos têm grande responsabilidade pela transformação de um ambiente, mas para chegar até a casa do cliente um grande processo industrial está envolvido para transformar a argila em belos produtos. Automaticamente, por ser um processo industrial, existe geração de resíduos. Conheça o que a Portobello, uma das maiores cerâmicas de revestimento do país, faz com os resíduos gerados em seus processos.

O exemplo da Portobello no descarte de resíduos

Maior empresa cerâmica do Brasil, a Portobello reutiliza ou recicla a maioria dos resíduos gerados em seu processo produtivo, destinando apenas 0,15% deles para aterros. A empresa reaproveita, por exemplo, 100% dos resíduos gerados na fabricação de pisos.


Os resíduos de reuso interno são aqueles gerados pelo próprio processo produtivo. O lodo das estações de tratamento de efluentes, pó dos aspiradores, rolo refratário dos fornos, peças cruas (chamotes) ou queimadas (caco cerâmico) são alguns exemplos desse tipo de resíduo, que é 100% reinserido no processo de fabricação do piso cerâmico. Ou seja, nada é descartado.

Os resíduos que não podem ser reaproveitados ou reciclados são enviados para aterros sanitários ou industriais. São divididos em dois tipos:

  • Resíduos contaminados: óleo, graxa, tinner e outros;
  • Resíduos não contaminados: borracha, isopor, mangueiras, lã de vidro, abrasivos orgânicos, entre outros.

Após o recolhimento nas fontes geradoras, esses resíduos são encaminhados para uma central localizada dentro do parque fabril da Portobello. Lá, eles ficam armazenados por um pequeno período e, posteriormente, são enviados a aterros que, dependendo da classificação dos resíduos, podem ser industriais ou sanitários.

Gostou das dicas de hoje? Se você já passou pela experiência de fazer uma obra, aproveite o espaço dos comentários para compartilhar qual foi a melhor solução que você encontrou para dar destino aos resíduos sólidos.


Deixar comentário