Hapkido

Hapkido e Musicando: saiba mais sobre os projetos apoiados por meio do FIA

Um antigo provérbio africano diz que é preciso uma aldeia para educar uma criança. O pensamento corresponde à premissa de que todos somos responsáveis pelo crescimento feliz e saudável dos pequenos integrantes da comunidade. É nesse sentido que a Portobello apoia os projetos Hapkido e Musicando, voltado para crianças e adolescentes de Tijucas, onde está localizada a sede da empresa. As duas iniciativas são incentivadas com recursos do Fundo da Infância e da Adolescência (FIA), para o qual a empresa destina parte do seu imposto de renda (IR).

O Fundo é previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e funciona como receptor de recursos aplicados em projetos desenvolvidos em âmbitos municipais, estaduais e federais voltados para a promoção, proteção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes, como por exemplo:

– Estudos e diagnósticos, programas de atendimento a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social ou vítimas de violência;

– Programas de incentivos à guarda e à adoção;

– Programas e ações que visem a erradicação do trabalho infantil;

– Profissionalização dos adolescentes;

– Divulgação dos direitos das crianças e adolescentes;

Ano passado, a Portobello recebeu do Conselho Municipal da Criança e Adolescente (CMDCA) de Tijucas, o Selo “Empresa Amiga da Criança” pelo apoio dado aos projetos do Fundo da Infância e Adolescência do município.

Hapkido 1
Hapkido / Foto de arquivo – Portobello

O Hapkido é apoiado pela empresa desde 2016. O ensino de artes marciais é voltado para 168 crianças e adolescentes de Tijucas. Também participam do Projeto jovens menores de idade encaminhados pela Promotoria da Infância para o atendimento de medidas socioeducativas.

Já o Musicando, é uma atividade que oferece aulas de canto e iniciação à aprendizagem de instrumentos como clarinete, piston, trombone, sax, entre outros. Em 2017, o projeto atendeu 100 crianças e adolescentes do município, na faixa etária dos 6 aos 17 anos de idade. Elas participam das aulas no contra turno escolar. O programa foi criado em 2016, em parceria com a Prefeitura de Tijucas.

Musicando
Musicando / Foto de arquivo – Portobello

Veja como é possível apoiar a infância por meio de doação ao FIA

Segundo o que é definido em lei, tanto pessoas jurídicas como físicas podem destinar parte do IR para o Fundo da Infância e Adolescência e apoiar projetos como Hapkido e Musicando. Pessoas físicas podem destinar até 3% do Imposto quando preenchem a declaração completa, no formulário disponibilizado pela Receita Federal. Já pessoas jurídicas podem doar até 1%.

Além de doar parte do próprio imposto de renda para o Fundo, a Portobello também incentiva seus colaboradores a fazerem a doação, via pessoa física. O exemplo foi seguido pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), que promoveu uma campanha entre seus colaboradores incentivando a doação de parte do imposto de renda ao FIA de Tijucas. De acordo com o site do FIA, há duas formas de destinação do IR devido pelas pessoas fí­sicas que declaram pelo modelo completo:

Modalidade 1: diretamente ao fundo, até 31 de dezembro do próprio ano-calendário no qual será utilizado o benefí­cio fiscal. A pessoa pode doar até 6% do imposto devido.

Modalidade 2: diretamente na declaração do IR, ou seja, até dia 30 de abril do ano seguinte. Nessa modalidade, a pessoa pode doar até 3% do imposto devido, caso não tenha utilizado todo o potencial da primeira opção.

Para o próximo ano, quem tiver interesse em doar seu IR para o FIA, basta informar essa intenção no formulário de Declaração do Imposto de Renda, da Receita Federal. Para saber o passo a passo de como fazer a doação, acesse aqui. Com os recursos doados ao Fundo, foi possível reforçar o apoio aos projetos Hapkido e Musicando.

 

Alunos do projeto Hapkido participam de campeonato

No dia 22 de setembro passado, Tijucas sediou o campeonato brasileiro de Hapkido. Participaram da competição grupos de seis estados. A equipe de Santa Catarina foi formada por 60 alunos do projeto Hapkido e garantiu o título de campeã da disputa.

O segundo lugar foi conquistado pela equipe do Paraná. O Rio Grande do Sul ficou em terceiro lugar, Minas Gerais em quarto, Bahia em quinto e, em sexto,  São Paulo. Por conta de seus resultados na competição, 16 alunos do Hapkido foram classificados para disputar o Pan-Americano, marcado para o dia 15 de dezembro em Porto Alegre (RS).

 

Você sabe o que significa Hapkido?

Hapkido significa o caminho da união e força (energia) interior e exterior. HAP significa “união”, KI quer dizer “energia interior e exterior”, e DO tem o sentido de “caminho”. Surgiu como esporte de defesa na Coréia no ano de 372 depois de Cristo. Antes disso, por volta do ano 67 antes de Cristo, há indícios de que os movimentos do Hapkido eram treinados por monges budistas que migraram da Índia para a China apenas para o desenvolvimento do KI, ou seja, da força interior, da energia vital.

Se você ficou interessado em conhecer o Hapkido e saber mais sobre os benefícios do esporte para a infância e adolescência, acesse este post e compartilhe com os amigos nas suas redes sociais.

Hapkido 2
Hapkido / Foto de arquivo – Portobello


Deixar comentário