Conscientização e prevenção: Outubro Rosa na Portobello

O mês de outubro chegou e com ele começa uma importante campanha de conscientização para a prevenção e combate ao câncer de mama. Atenta à importância do Outubro Rosa, a Portobello incentiva seus colaboradores a se engajarem nesse movimento. Neste mês, a empresa organizará uma palestra sobre a campanha, com o tema ‘Leve uma vida mais saudável’. O evento, que é voltado para os colaboradores, ocorrerá no dia 17 de outubro, às 15 horas, na Sala de Eventos.

Para este mês, a Portobello também está organizando uma campanha interna de doação de cabelos, visando destiná-los ao Cepon (Centro de Pesquisas Oncológicas) para confecção de perucas. O ato ajuda a melhorar a autoestima e o autocuidado de mulheres que, na maior parte dos casos, estão fragilizadas devido ao tratamento da doença.

Instruções para a doação de cabelo

  • As mechas devem ter, no mínimo, 15 cm.
  • As mechas precisam estar amarradas com um elástico e dentro de um saco plástico.
  • Entregar para a área administrativa de cada fábrica ou no RH.

As atividades de conscientização fazem parte das Ações pela Vida, um braço do Programa de Voluntariado da Portobello.

Conheça mais sobre o Outubro Rosa e saiba como prevenir o câncer de mama

O Outubro Rosa é um movimento iniciado nos Estados Unidos na década de 90, com o objetivo de estimular a participação da população no controle de casos de câncer de mama naquele país. No Brasil, o movimento chegou no início dos anos 2000 e todo ano, tendo o rosa como cor símbolo, convida mulheres – e homens também – a se conscientizarem sobre a doença.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), ligado ao Ministério da Saúde, o câncer de mama é o segundo tipo que mais causa a morte de mulheres no Brasil. Projeções do órgão indicam que, entre 2016 e 2017, deverão ser detectados quase 58 mil novos casos no país.

Por isso, um dos focos do Outubro Rosa é a descoberta precoce da doença. Detectada em estágio inicial, o câncer de mama tem grandes chances de tratamento e cura. Médicos e especialistas indicam o autoexame das mamas, considerado um dos métodos mais eficazes de prevenção, já que a maior parte dos cânceres é descoberto pelas próprias mulheres.

Aliada à atenção ao próprio corpo, recomenda-se também que mulheres entre 50 e 69 anos de idade façam um rastreamento a cada dos dois anos, chamado de mamografia. Esse exame ajuda a detectar o câncer antes do surgimento dos sintomas.

Já as mulheres que estão dentro dos fatores de risco para o aparecimento da doença, devem verificar com seu médico a periodicidade mais segura para a realização da mamografia.

E quais os fatores de risco para o aparecimento do câncer de mama?

A idade é um dos mais importantes fatores de risco para o câncer de mama. Os dados do Ministério da Saúde mostram que a maior incidência aparece após os 50 anos. Segundo o órgão, outros três fatores aumentam o risco da doença. São eles:

Fatores ambientais e comportamentais, como: obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica, exposição frequente a raios-x.

Fatores da história reprodutiva e hormonal: primeira menstruação antes dos 12 anos, não ter tido filhos, primeira gravidez após os 30 anos, não ter amamentado, parar de menstruar após os 55 anos, uso de anticoncepcionais, ter feito reposição hormonal pós-menopausa, especialmente por mais de cinco anos.
Fatores genéticos e hereditários: história familiar de câncer de ovário, casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos, história familiar de câncer de mama em homens, alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

A mulher que possuir um ou mais dos fatores genéticos/hereditários é considerada com risco elevado para desenvolver câncer de mama e deve ter acompanhamento médico periódico. Em relação aos outros fatores, a ocorrência de mais de uma situação apresentada não significa que, necessariamente, a mulher corre o risco de desenvolver a doença.

É possível prevenir o câncer de mama?

De acordo com o Inca, cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:
• Praticar atividade física regularmente;
• Alimentar-se de forma saudável;
• Manter o peso corporal adequado;
• Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
• Amamentar.

E você está atenta (o) à prevenção ao câncer de mama? Espalhe estas informações para todas as mulheres que você conhece. E se tiver dúvidas, ou quiser compartilhar mais informações sobre o Outubro Rosa, escreva para a gente no espaço dos comentários!

Deixar comentário