Plantas para jardim externo – Delicadeza e exuberância

Antigamente, os jardins serviam para decorar palácios e castelos. Hoje, eles são um capítulo à parte da decoração de casas e estabelecimentos comerciais, com uma área voltada especialmente à criação e ao cuidado das plantas para jardim externo, o paisagismo.

A primeira coisa a se atentar é com relação à luminosidade a qual as plantas estarão expostas. Isso porque as plantas e flores precisam de luz natural para se desenvolver. O segundo ponto está relacionado à irrigação. A maioria das plantas para jardim necessita ser regada ao menos uma vez ao dia. Mas é preciso analisar as peculiaridades de cada espécie e evitar afogar as plantinhas, molhando-as demais.

plantas-para-jardim-suculentas

Sugestões de plantas para jardim externo, varandas e terraços

Abaixo selecionamos uma série de plantas e flores para decorar sua casa e dar vida ao seu jardim.

Azaléia

Nome científico: Rhododendron. Oriunda da China e do Japão, a Azaleia é uma planta resistente dotada de folhagem verde-escura e flores de diversas colorações, como vermelha, rosa, roxa, branca e a mescla destas cores.

Alecrim

Nome científico: Rosmarinus officinalis. Além de ornamental, o Alecrim é uma espécie arbustiva, muito ramificada, que pode alcançar 1,5 metros de altura e também pode ser usado na culinária.

Crisântemo

Nome científico: Chrysanthemum. O crisântemo é uma flor com estilo campestre que deve ser cultivada em ambientes com iluminação e temperatura adequada.

Margarida

Nome científico: Argyranthemum frutescens. A margarida é uma das plantas mais conhecidas e, devido à sua rusticidade, é muito utilizada em jardins públicos.

Tagetes

Nome científico: Tagetes erecta. De flores amarelas, laranjas e vermelhas alaranjadas, as folhas das Tagetes possuem um aroma característico, conhecido por manter as pragas à distância.

Copo de Leite

Nome científico: Zantedeschia aethiopica. Além da cor branca, os copos de leite podem ser encontrados em diversas outras cores como o amarelo, o vermelho, o rosa, o laranja e o roxo. De folhas verdes e brilhantes, essa espécie prefere locais sombreados e úmidos para crescer.

Caládios

Nome científico: Caladium. Os caládios são plantas bulbosas muito apreciadas por suas folhas grandes e ornamentais.

Orelha de Elefante

Nome científico: Colocasia gigantea. A Orelha de Elefante prefere locais sombreados e úmidos e suas folhas podem atingir facilmente mais de um metro de diâmetro.

Moreia ou Dietes

Nome científico: Dietes bicolor. A Dietes chega a 70 cm de altura e é perfeita para compor com muros/grades, formando linhas.

Dália

Nome científico: Dahlia pinnata. Originária do México, a Dália não se dá bem com o vento e prefere climas mais amenos.

Agapanto

Nome científico: Agapanthus. Muito utilizada em praças, a Agapanto forma grandes touceiras e precisa de sol direto.

Flor do paraíso

Nome científico: Strelitzia juncea. A Flor do paraíso é uma planta herbácea muito popular e tradicional, que recebeu seu nome científico em homenagem à rainha Sofia Carlota de Mecklenburg-Strelitz, Reino Unido.

As exóticas suculentas

Para quem adora verde e não tem tempo de se dedicar à jardinagem, as suculentas são uma ótima sugestão. Originárias de regiões secas, essas plantas acumulam água em raízes, caules e folhas.

plantas-para-jardim

Irmãs dos cactos, as suculentas costumam ter espinhos ou uma espécie de penugem nas folhas, que retém o máximo de umidade possível. De visual simpático, elas são fáceis de cuidar, desde que recebam luz solar e não fiquem em ambientes úmidos. E para facilitar o cuidado dessas plantinhas, preparamos algumas dicas logo abaixo.

Prepare o solo

Suculentas gostam de solos ricos em nutrientes e com pouca água. Para isso, misture três partes de areia para uma parte de terra vegetal e acrescente adubo orgânico. Forre os vasos com uma camada de 3 cm de pedriscos. Os vasos não podem ser fundos, porque a suculenta tem raízes curtas.

Regue

As suculentas devem ser regadas uma vez por semana no verão e a cada 15 dias no inverno. Jamais deixe água parada no vaso. Além da dengue, a umidade excessiva apodrece as raízes da planta.

Exponha à luz

A grande maioria das espécies de suculentas precisa de muito sol para sobreviver. Naturais de regiões secas – quase desérticas -, essas plantas podem até morrer na sombra.

Algumas dicas para:

Quem trabalha fora de casa

Plantas como espada-de-são-jorge, flor-de-coral, babosa, pata-de-elefante, grama-amendoim e bromélias exigem menor manutenção e são ideais para quem não para muito tempo em casa

Quem tem crianças

Cuidado com as plantas tóxicas, como a comigo-ninguém-pode, alamanda amarela, manacá-de-cheiro, batata-do-inferno e outras.

Quem tem animais

Para quem tem animais de estimação em casa, o mesmo cuidado deve ser tomado em relação às plantas tóxicas. Além disso, dê preferência aos arbustos com tronco, arvoretas, árvores e palmeiras.

Quem viaja muito

A dica para quem viaja muito é investir nas suculentas, com roda-do-deserto, rosinha-de-sol, rosa-de-pedra e kalanchoes em geral.

Lembre-se que é preciso paciência, observação, dedicação, investimento e, claro, muito amor e carinho para cuidar das plantinhas. Aproveite que chegou até aqui e conta pra gente o que achou das dicas!

Até a próxima!

8 Responses
  1. Boa tarde
    Gostaria de saber como posso fazer a manutenção no jardim, com grama e pino de ouro.
    Grato pela atenção irineu

    1. Olá, Irineu!
      Muito obrigado pelo comentário, mas infelizmente nós não trabalhamos com manutenção de jardins!
      Nosso Blog procura dicas e tendências para casas, e jardins foi um tópico especial de ideias e sugestões.
      Um grande abraço,
      Equipe Portobello

  2. Tenho um pequeno jardim onde tenho plantada uma pata de elefante. Ela está sozinha e gostaria de uma sugestão sobre o que plantar ao lado dela. Obrigada

    1. Olá Maria, tudo bem?

      Infelizmente não podemos lhe responder com propriedade.
      Nosso Blog procura apenas dicas e tendências para casas, e jardins foi um tópico especial de ideias e sugestões.

      Um grande abraço,
      Equipe Portobello SA

    2. Boa noite, para acompanhar a palmeira pata de elefante pode ser plantadas flores da época. Não é aconselhado plantar grama envolta das palmeiras, a decoração deve ser feita com flores da época ou chips de madeira, musgos, brita etc. Isto se deve pelo motivo de que quando feito a adubação a grama impede a passagem de nutrientes, desta forma a palmeira pode apresentar um crescimento ainda mais lento podendo haver também o amarelamento das folhas. Quando existe uma deficiência nutricional a palmeira fica vulnerável a pragas e hospedeiros como a broca que pode até matar a palmeira.
      Mais dicas ou sugestões entre em contato com especialistas na área das palmeiras.
      http://www.recantodepalmeiras.com.br

  3. Amei essas flores, tenhas algumas em casa, não são tão lindas assim!!!

    1. São lindas mesmo 🙂

      Abraços!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *