As tramas estão na moda — Cobogó, elemento 100% nacional, é tendência na arquitetura contemporânea

Dando inicío a série de 4 posts desta semana que falará sobre ‘Tramas’, conheça os Cobogós. Ele fez grande sucesso nas décadas de 50 e 60 e, recentemente, tem ganhado destaque na composição de ambientes. Você já deve ter ouvido falar do cobogó, mas sabe o que é ?

O cobogó, criado em Recife e patenteado em 1929, tem seu nome composto das iniciais dos sobrenomes dos três engenheiros que o idealizaram (Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de Góis). Seus blocos vazados, inicialmente feitos de cimento, são atualmente encontrados em diversos materiais, como vidro, madeira, cerâmica e até porcelana.

Usado para conferir privacidade ainda que garantindo a passagem de luz e permitir a ventilação evitando grandes ventos, o cobogó é bastante utilizado para a divisão de ambientes formando um jogo de luz e sombra com efeito muito bonito. Excelente para ampliar os espaços e, simultaneamente, esconder alguns ambientes quando não se quer deixá-los totalmente a mostra, os cobogós também são uma opção de divisória. Elemento bastante presente em obras de Lucio Costa, Niemeyer e outros grandes arquitetos da metade do século passado, está de volta, totalmente repaginado.

Os cobogós podem ser utilizados para substituir paredes dentro de casa, delimitando o espaço e ainda contribuindo com a circulação de ar e com a claridade natural. Apesar dos elementos vazados, a privacidade é sempre levada a sério, de maneira que os cobogós atuam como divisórias adicionais na ausência de paredes em ambientes integrados.

Na parte externa, eles embelezam a fachada, tornando-a personalizada e moderna. Para destacar os elementos vazados, o projeto pode incluir iluminação artificial para dar ênfase às formas.

A versatilidade na aplicação também ajuda a personalizar o uso do cobogó. Uma dica é utilizar o elemento em pequenos vãos na parede, dando um toque único de personalidade ao ambiente.

Em nosso stand na Expo Revestir, que ocorreu entre os dias 6 e 9 de março, a  equipe de arquitetos da Portobello criou cobogós incríveis que chamaram a atenção dos mais de 42 mil visitantes que circularam pelo Transamérica Expo Center nos quatro dias de feira.

Para fazer igual: Se você quer reproduzir o efeito dos cobogós criados para o nosso stand na Revestir, basta adquirir um porcelanato da Linha Extra Fino de sua preferência e pedir para um profissional fazer o corte do desenho desejado com jato de água. Depois, é só colar as placas uma de frente para a outra e pronto!

Se você gostou deste primeiro post, fique atento ao Blog Portobello, pois a série Tramas terá ainda nesta semana mais 3 posts cheios de idéias  para a sua casa.

Estas e muitas outras imagens de ambientes e objetos com tramas você encontra em:http://pinterest.com/portobellosa/decor-tramas/

 

22 comentários

Onde posso adquirir os cobogós destas imagens?

    Olá Édila

    Algumas imagens são apenas conceituais, outras são do nosso Stand da Expo Revestir. Muitos arquitetos e clientes estão criando cobogós com porcelanatos Extra Fino Portobello. Este porcelanato tem apenas 5mm e é muito resistente. Estes produtos você encontra em nossas lojas Portobello Shop. Algumas lojas oferecem este serviço de corte para criar os cobogós, mas nem todas. Acesse o link e veja onde encontrar a loja Portobello Shop mais perto de você: http://www.portobello.com.br/portobelloShop.

    Grande abraço
    Equipe Portobello

TENHO UMA LOJA MATERIAL DE CONSTRUÇAO TRABALHO COM ALGUMAS ARQUITETAS E ELAS ESTAO TENDO INTERESSE PELA LINHA COBOGO GOSTARIA QUE TIVESSEM ME ENCAMINHANDO UM CATALAGO DAS PEÇAS E PREÇO
NOME DA MINHA EMPRESA FRANCISCO PUTON
CNPJ 79476560-0001-77

    Olá Sabrina

    Não temos uma linha de cobogós. Muitos arquitetos tem solicitado este serviço em nossa rede de franquias Portobello Shop. Os cobogós podem ser feitos, entre outros materiais, com porcelanato Extra-Fino 5mm da Portobello. Após escolher o porcelanato desejado a própria loja providencia para que seja feito o cobogó.

    Grande abraço
    Equipe Portobello

Estou em reforma e resolvi colocar uma parede de cobogó, mas preciso de outros sites com preços e onde comprar. Se alguém tiver esta dica, e que de preferencia seja em Salvador – BA, melhor.

Nos fundos de minha casa, tenho uma lavanderia e para melhorar o nível de iluminamento e também a ventilação, gostaria de colocar na parede que faz divisa com um vizinho, peças de cobogó. Isto é possivel? Existe alguma lei que impeça essa aplicação?
Obrigado pela ajuda

    Olá José

    Neste caso prevalece a mesma lei que para muros. Alguns tipos de cobogós podem servir para este fim mas os feitos com porcelanato talvez não suportem vento e chuva ao longo dos anos.

    Grande abraço
    Equipe Portobello

Como adquirir . Tem loja física? favor me informa grata

gostaria de saber se na loja portobello da cidade de Marilia eu encontro cobogo de porcelanato

Onde encontro os cobogós da imagem 5 em Recife?

Gostaria de instalar um “painel” em frente os janelões do salão de festas do edifício para dar privacidade. Gostei muito do que está na fachada de um edifício.Teria que ser leve visualmente, o que você indicam? Obrigada, Elza

    Olá Elza, tudo bem?
    O produto ideal com essas características que você está citando seria os Cobogós, temos duas linhas deste produto a Planalto Central e a Studio Craft, segue abaixo o link do nosso site para que você possa conhecer melhor estes produtos.
    http://www.portobello.com.br
    Grande abraço!
    Equipe Portobello

Olá equipe Portobello, tenho o interesse de utilizar cobogó para dividir três espaços externos da casa: a garagem do meu corredor lateral, dividir a área de serviço da varanda (ambos no fundo da casa) e por fim o jardim externo da casa do corredor lateral.Por favor gostaria de saber se tem alguma regra de decoração para utizar os cobogós nessas paredes?Muito obrigada.

Deixe seu comentário

XHTML: Pode utilizar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

* Nome, E-mail, Comentário são requeridos